Que me Segue?

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Alguma coisa acontece no meu... Cérebro?!?!

Oi bonitinhos e bonitinhas... Muito Muito Muito obrigada às fofissimas e aos fofissimos que fizeram e fazem o carinho de vir até aqui, ler o que eu escrevo e como se não fosse pedir muito, deixam comentários que me fazem ter vontade de que minha imaginação dê mostras todos os dias... Infelizmente minha imaginação não é TÃO ativa quanto gostaria, gosto de pensar que sejapor causa do pouco tempo que tenho tido, mas acho mesmo que ela tem vida própria e como uma adolescente chata resolve ficar de bom humor só de vez em quando...

Uau... Um paragrafo inteiro!!

Eu tenho um problema sério em me manter motivada em uma coisa só, por um período relativo do tempo... Não importa o quão importante ou interessante ou desafiador pareça ser eu simplesmente desisto do que quer que seja por um período bom de tempo... Depois se aquilo realmente me interessar eu volto... Ou não... O que é realmente interessante, e até eu mesma fico surpresa as vezes, é que dentro de mim existe uma duplicidade quando eu vou 'realizar' essas tarefas. Se por um lado eu estou realmente motivada a fazer determinada coisa, por outro existe uma força (eu acho, não sei se tem uma palavra cientifica para isso) que me empurra para bem longe do que eu gostaria de fazer...

Bem, vocês devem estar se perguntando por que exatamente eu estou escrevendo isso hoje (ao invés de terminar a minha tese, ou terminar o meu artigo, ou terminar de arrumar o meu quarto, ou terminar o bolero de trico que eu comecei faz tempo... Vejam quantos projetos parados... Que confusão!!), eu também não sei muito bem... Apenas segui um desejo que me veio agora... Antes da vozinha da minha cabeça me dizer que isso não é tão importante...

O mais legal de tudo isso é que até para ajudar a minha mãe eu tenho esse problema... Se por um lado eu quero ajudá-la mesmo a cumprir os 'deveres domésticos' por outro existe uma força contrária e muito muito intensa que não me permite fazer nada além de apenas olhar ela correndo pela casa para tentar lidar com a minha bagunça...

Nossa... Acabou saindo um post meio psicológico esse em??

Para lidar com isso tudo sem ter que explicar tudo isso ai de cima sem parecer maluca ou parecer que é desculpa de menina preguiçosa, eu digo que detesto executar tarefas domesticas. E ponto. É claro que a maioria das pessoas que me conhecem acham que eu sou só uma garota muito preguiçosa que puxou muito o lado dorminhoco e preguicinha do pai e que só tem jeito na base do chingo... Ou do grito para o caso da minha mãe...

Sei não... Não sei se teria outro jeito além de sentar e esperar o desanimo cansar para voltar a fazer tudo o que eu faço normalmente...

A coisa que me incomoda muito nisso é o fato de eu deixar muito muito projeto parado... Aquela vozinha irritante me dizendo que não vai dar certo e que eu deveria fazer outra coisa diferente... Ahhh Acho que eu ja expliquei bem neh? Tem necessidade de mais?? Acho que vou abrir um doc no word e continuar as minhas reclamações por la! hehehe

Mas entendaaam... Vocês que gostam muito da minha pessoa e que lerão esse post antes do próximo desanimo, eu estou ok... Por isso estou escrevendo aqui hoje e por isso estou fazendo essas reflexões acerca do meu comportamento maluco.

bjinhosss...

Eu volto pra terminar a tese... Não prometo quando... Por que bem... Vocês sabem...

Anne Luka @@

Um comentário:

miesterludi disse...

sabia que tu nao era normal kkkkkkkkkkkkkkkkkk
ei, adoro qd vc escreve por aqui, dessa vez foi super esclarecedora, poderiamos debater os fatores socioobiogeneticos e culturais das tuas crises e como eles influenciam no atual contexto economico do mundo kkkkkkkkkkkkkkk

Meus livros favoritos!