Que me Segue?

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Sobre cartas, orkut e e-mail...

Boa noite amores!

Orkut, Facebook, Blog, e-mail, Twitter, Vlog, não sei mais o que...
Que tem isso levanta a mão...

Antigamente, beem antigamente, quando o modo mais rápido de se comunicar era via correio, acho que ninguém nem sonharia que uma informação levaria menos de um minuto para percorrer o mundo... Pois é, hoje em dia vivemos isso...

Não estou dizendo que isso é ruim... Mas agora é tão fácil se comunicar que perdemos aquele calor humano... Sim, por que não há nada mais impessoal que um e-mail... Por mais bonito que seja, não dá pra sentir o mesmo "calor" de uma carta...

Quando eu era pequena, adorava receber cartas. Começava com a espera pelo carteiro, depois sentir o envelope na mão (e imaginar que ele já esteve em outras mãos), abrir o envelope, ler a carta imaginando a outra pessoa escrevendo... Em todos os momentos havia uma emoção diferente... E quando eu enviava também acontecia isso... Eu sentava pra escrever imaginando o que a outra pessoa gostaria de ler... Enfeitava a carta com desenhos, figurinhas, até com Glitter eu já decorei uma carta.

Acho que era a emoção de saber escrever que me fazia gostar ainda mais das cartas... Ok... Minha mãe pode até falar que eu não gostava de copiar matéria na 2ª serie, não gostava mesmo... Mas escrever uma carta é diferente... São idéias nossas, não de outra pessoa...

E eu recebia bastante carta, pelo que eu me lembro... Da minha avó principalmente, mas também das minhas tias e uma, relíquia, do meu pai. E era tão bacana...

Depois que eu criei um e-mail, tudo ficou mais fácil.. Existia o msn, não era mais preciso perder tempo escrevendo cartas e esperando a boa vontade do correio para uma informação chegar. Só ter por perto um computador com internet e Voilá. Se não estivesse online? Nenhum problema também... Bastava um e-mail e tudo o que você estivesse sentindo era enviado instantâneamente. Nenhum problema com as greves nos correios.

Só que não tem graça nenhuma esperar um e-mail... Não tem graça nenhuma esperar alguém te responder no twitter/orkut/afins... Não estou desmerecendo nada... Também sou adepta a todos esses recursos... Mas e a emoção? Onde foi parar o "calor" humano?

Eu sou a favor da inclusão digital, sim. Mas eu também sou a favor de voltar a escrever carinhos mais sinceros, do que só mandar os benditos e-mails corrente!

Viva os correios! rs

Por hoje é só...
Beijos...

Anne Luka@@

ps.: Gostaria de pedir a ajuda de vocês, se gostaram do meu blog votem nele como o Top Blog 2010? É só clicar no selo ai do lado... Ou acessar este site >> http://bit.ly/cVXtX3 . A votação vai até o dia 6/10... Conto com o seu voto!

5 comentários:

Anônimo disse...

eu bem me lembro de cartinhas que vc escrevia pra mim e vc mesma colocava debaixo da porta, tocava a campainha e corria me chamar dizendo que o 'carteiro' tinha trazido 'encomenda'...ehehhehe
te amo!
T.A.

Anônimo disse...

quanto as coisas que vc 'não copiava' na 2ª série...rs..deixa pra lá ...
vc era craque nas 'carefinhas' ...e sempre foi inteligente...pontos, mil pontos pra vc...
te amo de novo!
T.A.

Raphael disse...

Nossa, você é coroa hein! É da epoca que Correio entregava coisas diferentes de contas e encomendas (alguns casos, nem conta, se for no débito automático)! hahaahah to brincando. Quando eu era criança, basicamente tinham as cartas de Natal, mas poxa, email é impessoal, mas orcute pode ser bem expressivo, um depoimento escrito pode ser um poço de sentimentos. MSN também pode dar aquele frio na barriga, aquela dúvida, principalmente na hora de apertar o enter. Já no telefone, você falou, já era, vai ter que fazer um improviso para reverter toda a situação, caso fale besteira. Àsvezes, são besteiras que vêm pro bem, você percebe que a outra pessoa se importa com o que você diz e tal. Mas o que é a vida senão um grande improviso.

natalyviviam disse...

O amigo acima falou muito bem.
Creio que o "calor humano" pode se perder ainda mais,por permissão das pessoas,pela praticidade.Mas ainda há pessoas que não se deixaram levar completamente pela inclusão digital,pessoas que ainda enviam cartas,bilhetes,e que preferem o encontro ao vivo e a cores do que pelo msn/skape rs.
Para mim,cartas é algo pessoal e íntimo,que põe o que se sente,para guardar.

matilde disse...

Tenho saudade das cartinhas. Aquelas postadas ou aquelas que eu encontrava no caderno e imaginava quem tinha colocado. rsrsr Era muito romântico e significativo. Sinto pelos meus filhos que não provaram desse gostinho. rrrrs
Beijos Marianne.
Matilde

Meus livros favoritos!